NOTÍCIAS

Lagoon 410 Ocean King – “Caçador de tesouros”!

 Lagoon 410 Ocean King – “Caçador de tesouros”!

Normalmente, o Lagoon é perfeito para velejar, descobrindo lindas manhãs e oferecendo momentos incríveis com amigos e familiares... Mas existem pessoas que usam de uma maneira completamente diferente!

Uma equipe de arqueólogos, a bordo de um Lagoon 410 chamado “Rei do oceano” vive uma aventura extraordinária: Eles velejam em busca de veleiros Fenícios da antiguidade. Este Lagoon foi projetado para complexas expedições marítimas. Ele está equipado com um avançado sonar, um posto de comando, muitos monitores, um veículo subaquático com uma câmera submarina com operação remota (ROV), um sistema de lançamento, sistema de navegação por satélite, entre outros. Estes equipamentos faz do Lagoon a embarcação perfeita para ser um “Caçador de tesouros”.

Iftach Kozik, dealer da Lagoon em Israel, deu suporte necessário para o processo de otimização do catamarã para se tornar um “catamarã caçador de tesouros”.

 

Um pouco de história: A construção do navio de Guerra Britânico HMS M15 foi concluída em 1915. Este navio foi chamado para participar da “Terceira batalha de Gaza” em 1917. O submarino Alemão UC38 foi construído em 1916 para participar da mesma batalha, destruindo o navio de guerra Britânico. Depois de muitas vitórias, o submarino Alemão afundou na Grécia, perto de Lefkada. Esses dois barcos afundados nunca foram encontrados!

 

Qual a conexão entre um navio de guerra Britânico, um submarino Alemão e um Lagoon 410?

Em 2014, a equipe da Lagoon 410 estava em uma expedição perto de Israel. Durante esta expedição, a equipe tem como alvo 22 barcos, potencialmente interessantes. Um deles parece um antigo navio de batalha desde o início do século XX.

Usando um ROV, a equipe tirou fotos do naufrágio. A forma do seu casco, as armas e outros elementos levou a pensar que ela era a HMS M15. Simultaneamente à expedição, um aluno conseguiu encontrar o diário de bordo original do submarino alemão UC38, durante um trabalho de arquivo. Este livro estava cheio de informações sobre a batalha de Gaza: mapas detalhados, atividades detalhadas do submarino e, especificamente, a missão de afundar o navio de batalha Britânico.

 

Esta descoberta é surpreendente porque esta realmente longe do propósito original sobre os barcos Fenícios. Por enquanto, é complicado de identificar o navio de batalha Britânico, profundamente ancorado no fundo do mar. Hoje, a sua identificação ainda não foi concluída e algumas provas importantes precisam ser encontradas para concluir que o navio é verdadeiramente o navio de guerra Britânico, mas nossos pesquisadores já estão convencidos. 

Graças à capacidade no Lagoon “caça tesouros” e às baixas despesas da expedição, será possível voltar ao local do naufrágio para uma investigação mais aprofundada sobre o navio de guerra. Enquanto isso, a tripulação, do Lagoon 410 não abandona seu objetivo principal, então eles ainda estão procurando por barcos Fenícios... A aventura continua!

Mais imagens




  • Rio de Janeiro - Marina da Glória
    Rio de Janeiro - Barra
  • Angra - Verolme
    Angra